Connecting People

Connecting People

A NOKIA é um verdadeiro ícone global. Os números dessa gigante assustam: a cada 3 meses vende mais de 100 milhões de celulares no mundo (mais do que Motorola, Sansung e Sony-Ericsson juntas), ao ritmo de 13 unidades por segundo; tem participação de mercado de 38.7% nas vendas globais; e lança mais de 50 novos modelos de celulares por ano. Além disso, a marca NOKIA apareceu no quinto lugar da lista das marcas globais mais valiosas de 2007, (divulgada pela revista BusinessWeek), sendo também a 20ª empresa mais admirada do mundo, segundo a lista deste ano da revista Fortune. Nada menos que um bilhão de pessoas em todo o mundo têm hoje um celular da empresa. Isso é mais do que qualquer fabricante de bens de consumo, de qualquer ramo e em qualquer época jamais conseguiu até hoje. Sua liderança é incontestável e pode ser traduzida pelo seu slogan da empresa: Connecting People.A história

A história da NOKIA começou em 1865, quando o engenheiro de mineração Fredrik Idestam fundou uma fábrica de celulose na cidade de Tampere, no sudoeste da Finlândia, logo transferida para o município vizinho de Nokia e batizada Nokia Wood Mills, localizada às margens do rio de mesmo nome. A partir daí, a empresa teve um crescimento meteórico, e pouco depois da Primeira Guerra Mundial, a empresa fundiu-se com a Finnish Cable Works, fabricante local de telefones e cabos telegráficos fundada em 1898. Era o embrião do que, em 1967, se transformaria na Nokia Corporation, um conglomerado produtor de papel, bicicletas, pneus, botas de borracha, computadores, cabos, televisores e dezenas de outros itens. Os primeiros passos para uma grande mudança nos rumos da empresa tiveram início na década de 60, com o surgimento do departamento de eletrônica da NOKIA que tinha como principal objetivo pesquisar rádiotransmissão. A tecnologia da empresa para comunicação via rádio foi aproveitada, a partir da década de 80, para o desenvolvimento de telefones sem fio. O pioneiro foi o Mobira Senator, lançado em 1982, como equipamento para automóveis, que pesava 9.8 quilos.
 
Cinco anos depois, saiu o Mobira Cityman 900, para muitos, o primeiro telefone realmente portátil: pesava 800 gramas e custava o equivalente a US$ 6.150 nos dias de hoje. Nas décadas seguintes, os produtos de infra-estrutura dos telefones móveis e de telecomunicações chegaram aos mercados internacionais, e nos anos 90, a NOKIA já era uma das líderes mundiais em tecnologia de comunicação digital (em 1998 vendeu cerca de 40 milhões de telefones celulares, tornando-se a empresa número 1 no mundo nessa categoria, ultrapassando a Motorola).
  
3
  
Observando o mercado agora, é fácil esquecer que a NOKIA nem sempre foi dominante. Em meados dos anos 90, a Motorola dava as cartas no mercado, desfrutando o enorme sucesso do celular StarTac. Silenciosamente, porém, a NOKIA iniciava sua ofensiva, adicionando elementos inovadores de design aos telefones, na forma de capinhas substituíveis, e diferentes ringtones. Mais importante, começou a operar em escala global, lançando mais modelos em um número cada vez maior de países. Os finlandeses apostaram cedo no desenvolvimento de plataformas básicas para celulares, a partir das quais é possível produzir variações de produtos com grande economia de escala.

4

Atualmente a NOKIA, além de ser uma gigante, está mudando a maneira como as pessoas se comunicam, e suas próximas cartadas foram apresentadas, no final de 2007, aos mercados, a começar pelo europeu: a loja virtual de música Nokia Music Store, os novos games para celular da grife N-Gage e a linha de aparelhos que navegam na Internet criados para concorrer com o iPhone da Apple. E ainda provoca a poderosa empresa americana: “Quando eles lançaram o iPhone, conseguiram uma publicidade sensacional, tudo para vender 270 mil aparelhos em dois dias”, diz o inglês Mark Selby, vice-presidente mundial de vendas da empresa. “Isso é mais ou menos o número de celulares que vendemos em seis horas”. Há poucas companhias com a marca, o alcance e a tecnologia necessários para liderar a convergência digital. A NOKIA é uma delas.
 

A linha do tempo
1981
● A primeira rede de telefonia móvel celular internacional, denominada NMT, começou a funcionar na Escandinávia com a NOKIA introduzindo os primeiros telefones de viaturas para a rede anos depois.
1984
● Lançamento do telefone NMT portátil para viatura, chamado Nokia Talkman.
1987
● Lançamento do Nokia Cityman, telefone NMT portátil.
1988
● A primeira central ISDN (Integrated Services Digital Network – Rede Digital de Integração de Serviços – RDIS) do mundo em conformidade com os standards CCITT, fabricada pela NOKIA, entrou em funcionamento na Finlândia.
1990
● Introdução dos primeiros pagers de texto Radio Data System (RDS) e Mobile Search (MBS).
1991
● A NOKIA realiza a primeira chamada GSM do mundo feita na rede da Radiolinja na Finlândia.
● O primeiro fabricante a ter um celular GSM pronto para produção em larga escala.
1992
● Lançamento do NOKIA 1011, primeiro celular digital para redes GSM.
● Lançamento da série 100 Nokia, primeira linha de celulares para todas as redes analógicas.
1993
● Introdução do modem celular, do tamanho de um cartão de crédito, desenvolvido em conjunto com a AT&T Paradyne.
● A NOKIA transmite pela primeira vez uma mensagem de texto via celular através do sistema GSM. Foi o primeiro indício de que seria possível conectar um celular a um computador.
1994
● Primeiro fabricante a lançar várias séries de celulares para todos os sistemas digitais (GSM, TDMA, PCN, Japan Digital).
● Lançamento do NOKIA 2100, até então menor e mias leve celular do mundo.
● Primeira chamada GSM oficial na República Popular da China foi feita com um celular NOKIA.
● Primeiro fabricante europeu a vender celulares no Japão.
● Lançamento do famoso ringtone da marca, que rapidamente ficou muito conhecido no mundo todo. Ele apareceu pela primeira no aparelho NOKIA 2100 series. É baseado numa composição do século XIX chamada Gran Vals, do músico Francisco Tarrega.
1996
● Lançamento da família de celulares NOKIA 8100, a primeira com um design inovador, ergonomicamente confortável.
1997
● Forneceu de GSM para 59 operadores de celulares em 31 países.
1999
● Anunciou o primeiro telefone multimídia baseado no Wireless Application Protocol (WAP) in Mobile Media Mode. O telefone NOKIA 7110 de duas bandas, GSM 900/1800, foi desenvolvido para permitir fácil acesso aos conteúdos da Internet a partir de um celular.
● Lançamento do NOKIA 650, primeiro telefone celular com rádio FM incorporado.
● Lançamento da série NOKIA 5100, primeiros celulares com tampas intercambiáveis pelos próprios usuários.
● Lançamento do NOKIA 9110 Communicator, primeiro dispositivo móvel de mão a suportar imagens sem fios.
2000
● Em parceria com a companhia aérea Scandinavian Airlines Systems, os telefones celulares da NOKIA podem ser adquiridos em todos os vôos internacionais da SAS. É a primeira vez que telefones celulares estão à venda em aviões.
2002
● Lançamento do NOKIA 6650, primeiro celular com tecnologia 3G.
2003
● Lançamento do NOKIA N-Gage, um smartphone (celular inteligente) de 13.36 cm de comprimento por 6.95 cm de largura e 2 cm de altura, e pesando apenas 137 gramas (incluindo a bateria). O “brinquedinho” era uma mistura de videogame portátil, MP3 Player, gravador, rádio, telefone celular, computador de mão, servindo ainda para receber e enviar e-Mails e mensagens SMS, e navegar na Internet. Com design similar ao de uma concha, o aparelho consumiu 11 meses de pesquisas e investimentos de US$ 220 milhões. Para o lançamento mundial do produto a empresa reservou US$ 100 milhões.
2005
● Lançamento do NOKIA NSERIES, primeiros celulares multimídia de última geração.
2007
● Lançamento do NOKIA N82, um telefone que além de acessórios tradicionais como câmera e e-mail, possui guias de rua de 150 países e permite baixar mais de mil estações de rádio para serem ouvidas em tempo real. Tudo isso somente é possível graças a memória de 8 gigas.
● Lançamento do NOKIA 3110 Envolve, um celular fabricado com metade dos materiais utilizados recicláveis e bateria que pode ser carregada com uma economia de 94% de energia.
● Lançamento do NOKIA N95, um smartphone com funções de GPS (permitindo encontrar e explorar ruas de mais de 150 países em todo o mundo, além de 15 milhões de pontos de interesse, como restaurantes, bancos, museus e shopping centers) e uma série de novos recursos e serviços que fazia com que o usuário tivesse a Internet em suas mãos. Além do seu desenho compacto e todas as funções, vinha com uma câmera digital com lente Carl Zeiss incorporada de altíssima resolução: 5.0 Megapixels. 
 

 
As lojas conceitos
A empresa decidiu, em 2005, abrir algumas das chamadas Lojas Conceitos em determinados países para que o usuário pudesse “degustar” toda a linha de produtos e acessórios, tirar dúvidas sobre o seu funcionamento e, claro, comprá-los. A estratégia era gerar uma experiência de mobilidade com os produtos e serviços da NOKIA. A primeira delas foi aberta em Moscou e hoje já existem outras lojas-conceito da NOKIA em Londres, Helsinque, Nova York, Cidade do México e Shangai. No dia 19 de outubro de 2008 a empresa inaugurou na Rua Oscar Freire, tradicional trecho de comércio da classe A da capital paulista, sua 10ª loja-conceito em todo o mundo, onde o consumidor terá acesso a demonstrações de experiência móvel, englobando música, navegação, vídeo, imagens, Internet e jogos. Cada aparelho em demonstração está conectado à Internet por uma rede WiFi e equipado com acessórios, como caixas de som, fones de ouvido, telas de LCD, impressoras fotográficas e laptops. Uma área da loja será dedicada a palestras, cursos, eventos e capacitação personalizados.
 

Agora uma empresa de tecnologia


A guinada da NOKIA em direção à web coincide rigorosamente com a ascensão de OPK à presidência da empresa, em junho de 2006. Nem bem tinha tomado posse, deu início a uma frenética temporada de aquisições de empresas de Internet. Já em agosto, investiu US$ 60 milhões na compra da distribuidora de música on-line Loudeye. Na seqüência, adquiriu a Gate5, uma pequena empresa alemã de software de navegação com GPS. O ataque foi retomado no ano seguinte, em julho, com a compra do Twango, um pequeno site de compartilhamento de fotos e vídeos. Criado em 2004 por cinco ex-executivos da Microsoft, o portal tinha somente dez funcionários, mas, apesar de pequeno, era possivelmente o único realmente multimídia de seu setor. A mais recente aquisição foi a da americana Avvenu, especializada em compartilhamento de arquivos. Como uma espécie de cereja nesse bolo de parcerias, a NOKIA assinou um acordo com a Microsoft para que versões de serviços como Hotmail e Messenger sejam carregados nos aparelhos de sua Série 60 de celulares inteligentes. Também anunciou uma parceria com a Universal Music, que permitirá aos clientes da empresa o downdload gratuito e ilimitado de músicas pelo período de um ano. Ao todo a NOKIA já gastou mais de US$ 10 bilhões em aquisições de empresas de tecnologia e Internet. 

Porém a mais nova aposta da NOKIA atende pelo nome de Ovi (porta em finlandês). Trata-se de um portal onde ficarão hospedados uma infinidade de produtos como álbum de fotos, música, biblioteca de livros, etc, capazes de se comunicar com o telefone celular, o laptop e o computador pessoal do usuário. Basta arrastar os ícones com o mouse. O acesso é totalmente gratuito.


Você sabia?
● É a maior empresa do Finlândia, responsável por um terço do valor de mercado da Bolsa de Valores de Helsinque, e respondendo por cerca de 3.5% do PIB e quase um quarto das exportações do país. No ano passado, pela primeira vez na história, o faturamento da empresa superou o orçamento nacional da Finlândia.
A marca no mundo
A NOKIA, que tem sua sede mundial localizada em Espoo, região metropolitana de Helsinque, é a maior fabricante mundial de telefones móveis, está presente em 185 países ao redor do mundo, contando com mais de 128 mil funcionários, sendo 1/3 deles trabalhando na área de pesquisa e desenvolvimento que possuí nove laboratórios de pesquisa espalhados em seis países. As 11 fábricas estão espalhadas por nove países (Brasil, China, Finlândia, Alemanha, Hungria, México, Coréia, Romênia, Reino Unido e Índia). O grupo é formado por duas unidades de negócios – Nokia Networks (Nokia Redes) e Nokia Mobile Phones (Telefones Móveis), uma organização separada chamada Nokia Ventures Organization e o Nokia Research Center (Centro de Pesquisas). A empresa ainda possui uma unidade de luxo que fabrica celulares com a marca VERTU. A NOKIA tem 350 mil pontos de venda em todo o mundo, entre as lojas das operadoras, redes varejistras tradicionais e suas próprias lojas. Desde sua criação até hoje a empresa foi responsável pela fabricação de um terço dos celulares existentes no planeta. Para cada seis habitantes do planeta, um possui um celular NOKIA.


A versão beta do portal pode ser acessada pelo endereço
www.nokia.com/ovi.

Será possível também navegar em todos os sites normalmente (Yahoo, Orkut, Terra, Google), usando uma única senha.


O centro de pesquisa

 

 

 

Um dos principais motivos do enorme sucesso da NOKIA pode ser creditado ao seu moderno Centro de Pesquisa e Design e ao investimento anual de US$ 7.7 bilhões nessa área. Localizado na cidade de Espoo, região metropolitana de Helsinque, abriga uma equipe composta por mais de 200 designers (quantos exatamente é segredo), de mais de 45 nacionalidades, incluindo três brasileiros. No dia-a-dia dentro do QG da NOKIA, fala-se e, principalmente, ouve-se inglês. Ali, designers usam blogs para se comunicar com usuários e “futuristas” são empregados para traçar cenários. Investiga-se, no momento, a comunicação por hologramas e a confecção de telefones com materiais biodegradáveis. Eventuais choques culturais com a ala engravatada da empresa são amortecidos pelos valores pregados pela NOKIA. Todos os funcionários são iguais. O vice-presidente e o estagiário fazem as refeições na mesma cantina. Usar piercing ou sandálias Havaianas, tudo bem. Cada um tem liberdade para ser como realmente é. A NOKIA tem hoje dois centros de design global: o da matriz e um outro, localizado em Londres. Há também estúdios nos principais mercados da empresa no mundo e “oásis de desenho” em lugares que os designers considerem inspiradores, como o Rio de Janeiro.

 


O nome
De onde vem o termo Nokia? Na verdade esse é o nome de um pequeno mamífero que habita a região na qual estão localizados o rio e a cidade onde está a sede principal da empresa.

Os slogans
Life goes mobile! (2004)
Connecting people. (1994)
Fala por você. (Brasil, slogan secundário)
O mundo todo só fala nele. (Brasil, slogan secundário)

O NOKIA TRENDS
É uma plataforma de marketing baseada em arte multimídia e música avançada, para estimular as novas formas de consumo de informação a partir de meios eletrônicos, não só tradicionais, mas, sobretudo os móveis. A plataforma é permeada por eventos para trazer ao público em geral o que é tendência, equilibrando o novo e o consagrado. Desde que foi criado no Brasil, em 2004, Nokia Trends já atraiu quase 270 mil pessoas em eventos realizados em São Paulo e Rio de Janeiro, com apresentações de bandas e DJs, como Fatboy Slim, LCD Soundsystem e Laurent Garnier, Chemical Brothers, Human League e Asian Dub Foundation. A plataforma foi exportada para Argentina e mais recentemente para o México.


O gênio por trás da marca
Desde que assumiu, o novo presidente mundial da empresa, Olli-Pekka Kallasvuo, conhecido simplesmente por OPK, vive sob a sombra de Jorma Ollila, uma figura histórica na NOKIA. Como CEO de 1990 a 2006, comandou a transição da empresa de seu pior momento para sua época de glória. Ele sucedeu a Kari Kairamo, responsável pela trágica gestão da empresa nos anos 80. Foi uma época de expansão indiscriminada para novos campos, principalmente por meio de aquisições. O resultado da dispersão de receitas foi a maior crise da história da empresa, que culminou com o suicídio de Kairamo, em 1988, e com a venda das unidades de televisores e computadores pessoais. Coube a Jorma Ollila, corajosamente, estreitar o foco em telecomunicações, uma área então deficitária na empresa. Essa decisão temerária deu origem à NOKIA que se conhece hoje. Seu sucesso naturalmente chamou a atenção do mundo corporativo e seu “passe” acabou parcialmente comprado, no ano passado, pela Shell. Desde então, acumula os cargos de presidente dos conselhos de administração das duas empresas.


Dados corporativos
● Origem: Finlândia
● Fundação: 1865
● Fundador: Fredrik Idestam
● Sede mundial: Espoo, Finlândia
● Proprietário da marca: Nokia Corporation
● Capital aberto: Sim (1915)
● Chairman: Jorma Ollila
● CEO & Presidente: Olli-Pekka Kallasvuo
● Faturamento: €50.7 bilhões (2008)
● Lucro: €3.98 bilhões (2008)
● Valor de mercado: €30.7 bilhões (fevereiro/2009)
● Valor da marca: US$ 35.94 bilhões (2008)
● Lojas-Conceito: 10
● Fundador: Fredrik Idestam
● Clientes: 1 bilhão
● Vendas: 430 milhões celulares/ano
● Presença global: 185 países
● Presença no Brasil: Sim
● Funcionários: 128.000
● Segmento: Telecomunicação
● Principais produtos: Telefones celulares, sistemas de comunicação, computadores
● Outros negócios: Vertu (marca de celulares de luxo), Navteq
● Slogan:
Connecting People.
● Website:
www.nokia.com

O valor
Segundo a consultoria britânica InterBrand, somente a marca NOKIA está avaliada em US$ 35.94 bilhões, ocupando a posição de número 5 no ranking das marcas mais valiosas do mundo. Além disso, a NOKIA é a 88ª maior empresa do mundo de acordo com a Fortune 500 de 2008.

Fonte: Mundo das Marcas



Tudo sobre a Nokia
Avalie este Post
%d blogueiros gostam disto: